9 de março de 2010

Humilhados, humilhados, humilhados...

Sporting CP 3-0 FC Porto
FC Porto 2-2 Olhanense
Arsenal 5-0 FC Porto

Em duas semanas o plantel do FC Porto conseguiu resolver dois problemas complicados, o campeonato e a Liga dos Campeões. Apesar de todas a condicionantes da época, resolveu os problemas de uma maneira que não deixa dúvidas a ninguém: esta equipa não joga para ganhar.

O Caso do Túnel da Luz não pode ser a justificação para tudo.

O plantel tem jogadores que simplesmente não estão ao nível do que é exigido para as aspirações do clube. Isto enquanto que jovens como Castro e Ukra andam por ai emprestados e a justificar uma oportunidade. Espero que ela chegue já na próxima época.

Apesar de haver excepções, os jogadores entram em campo por entrar e sem vontade de vencer. O capitão, que tem não o dever mas sim a obrigação de dar o exemplo, entra em campo para passear a braçadeira. É um erro manter no plantel jogadores que estão com a cabeça noutro lugar. Um erro maior ainda é manter esses jogadores, dar-lhe a braçadeira de capitão e ainda aumentar-lhe o ordenado. Espero sinceramente que apareça uma boa proposta pelo Bruno Alves no final da época e que ele saia do clube, não precisamos de jogadores a jogar por favor.

Com o 3º lugar do campeonato como destino provável, para o ano a equipa fica fora da Liga dos Campeões e participara pela primeira vez na Liga Europa. Como sócio do clube o que eu espero, e chego quase a exigir, é que a equipa seja bem reforçada para entrar nesta nova competição com o objectivo mínimo de chegar a final.

Para esta época restam-nos, provavelmente, apenas quatro jogos com alguma valor: a final da Taça da Liga (que tem apenas a aliciante de ser contra o Benfica), as duas mãos da meia-final e a respectiva final. O resto são jogos a contar para um campeonato perdido.

Tenho pena que este post não seja lido pelos jogadores do FC Porto, porque tenho uma mensagem para eles:
Se for para continuar a jogar assim, façam-nos um favor, não apareçam aos jogos. Entrem em Blackout, façam o que quiserem, mas joguem para ganhar. Parem de se humilhar, parem de nos humilhar.