12 de maio de 2011

Os invejosos

Hoje, ao chegar a casa do trabalho, deparei-me com esta notícia do "jornal" A Bola. Para ler a notícia siga este link. Não vou transcrever o texto para o blog para não enojar as pessoas mais sensíveis.

Depois do apuramento do FC Porto para a final da Liga Europa, depois da confirmação de que o FC Porto seria cabeça-de-série na Liga dos Campeões da próxima época e, principalmente, depois da decisão do Tribunal Administrativo do Círculo de Lisboa, era preciso atirar mais alguma areia para os olhos dos mais fanáticos. Sim, porque já só os fanáticos se deixam enganar! Entretanto o FC Porto emitiu um comunicado poupando-me assim ao trabalho de provar o óbvio: o vídeo é falso e feito à pressa! Veja abaixo o comunicado do FC Porto.

«O desespero

Com papas e bolos se enganam os tolos. Os invejosos voltaram à única coisa em que se distinguem – a maledicência –, com a insipiência do costume, é certo, para tentarem, fora do campo, o que não conseguem dentro das quatro linhas. Um clássico.

Ontem mesmo, no dia em que foi conhecida mais uma sentença da Justiça, favorável a Jorge Nuno Pinto da Costa e ao FC Porto, foram colocados no YouTube dois áudios (um em português, outro em inglês, e viva o luxo) do ex-árbitro Jacinto Paixão, em que este acusa o FC Porto de o contactar para prejudicar o Benfica num jogo no Estádio da Luz, com o Moreirense, disputado no final de Fevereiro de 2004.

Ainda hoje o FC Porto agradece às alminhas que esse jogo tenha terminado 1-1, pois foi esse resultado que permitiu uma vantagem na classificação de 14 pontos sobre o terceiro classificado, contra os escassos 12 antes da jornada se disputar, isto à 24.ª ronda. Um alívio.

Jacinto Paixão é mentiroso. Mente com todos os dentes e a ficção voga à medida dos interesses momentâneos dos desesperados desta vida. Em Dezembro de 2010, Jacinto Paixão foi entrevistado na BenficaTV e o que disse ele então? "Ouvi falar de viagens pagas, não sei se é verdade", mas agora, numa alegada gravação de 2004, ontem cirurgicamente divulgada, diz que o FC Porto lhe pagou uma viagem a Marrocos... Curiosamente, Jacinto Paixão apresenta-se na dita gravação de 2004 como ex-árbitro, função que abandonou em Março de 2006. Um visionário, portanto. Até a mentir são muito fraquinhos.

Não nos espanta que estas notícias surjam a menos de uma semana do FC Porto disputar mais uma final europeia, o mesmo já tinha acontecido aquando das meias-finais, com uma notícia do jornal Marca, sabe-se com que intuito. Para os mais esquecidos, sabem qual foi o resultado? Quem foi possível identificar vai ser processado e o FC Porto apurou-se para a final, enquanto outros acabaram envergonhados, a pedir desculpas aos próprios adeptos.

Se alguém tem dúvidas da origem destas sucessivas mentiras basta recordar quem foi, em tempos, o advogado que representou Jacinto Paixão. António Pragal Colaço, conhecido por apelar à violência contra os adeptos do FC Porto em plena Benfica TV.

Como ainda a semana passada cantava uma claque ilegal, quando uma equipa chegou de mais uma derrota: "Joguem à bola..."

PS: O jornal i noticiou hoje que o Benfica suspeita de espionagem e que o FC Porto leia os seus mails. Descansem, não somos assim tão perversos, para nossa diversão basta ler os jornais "A Bola" e "Correio da Manhã".»

Veja agora os vídeos em questão.

Versão em português:


Versão em inglês(!):


O desespero é cada vez maior. As máscaras começaram a cair...

10 de maio de 2011

Cuidado, muito cuidado!

«Estamos num momento de grande confiança (...) Queremos chegar lá e lutar pela vitória» Hugo Viana

«É o jogo das nossas vidas. Para mim, é a primeira final europeia e espero contar mais tarde aos meus netos sobre o dia em que venci a Liga Europa. Temos de sonhar com a vitória» Mossoró

«Há 50 por cento de hipóteses para cada lado. Em finais, não há favoritos» Albert Rodriguez

«O Hélton está a treinar para levantar a taça? Então eu também! As possibilidades são iguais. Este é um momento especial da minha carreira, é um sonho realizado, mas ainda temos a final para disputar» Vandinho

«A história já está feita, mas queremos algo maior (...) Vamos a Dublin com grande humildade e vontade de vencer. Temos de ser iguais a nós mesmos.» Custódio

«É o sonho de todos os jogadores. Não é especial por defrontar o F.C. Porto, mas sim por ser uma final. É um motivo de orgulho. (...) [Esta época] Perdemos os dois jogos contra eles, é um facto, mas tivemos sempre bons desempenhos.» Alan

«Chegar aqui já é um grande mérito do Sp. Braga, e um motivo de orgulho para mim (...) É um momento de orgulho, que vai ficar na memória dos bracarenses» Miguel Garcia

«Se ganhar , vou festejar com a minha família. Vai ser a minha primeira final europeia, já estou há onze anos em Portugal (...) Este é um sinal do crescimento do sp. Braga e fico feliz por contribuir para isso. (...) O F.C. Porto é perigoso e tem um ataque muito forte, não podemos cometer erros. É o adversário mais difícil que encontramos até agora» Paulo César

«Não imaginava estar aqui, mas acho que foi algo que foi acontecendo aos poucos, fomos passando pelos adversários e chegamos à final com mérito. Já imaginei como será a final, será um dia que irá marcar a carreira de todos. A nossa equipa é muito compacta, quando perde a bola, todos pressionam logo para recuperar» Artur Moraes

«Já marquei ao Porto, tenho boas recordações mas o mais importante é o Braga ganhar, seja com golos do Lima ou não. (...) Só o facto de estar na final já é motivo de muita motivação, ainda mais frente a uma grande equipa como o F.C. Porto. Todos estamos motivados.» Lima

«[O FC Porto] A meu ver, é o adversário mais complicado. Pessoalmente, gosto muito da equipa do F.C. Porto, tem jogadores que estão inspirados será certamente um jogo bonito de se ver. (...) [Sobre as duas derrotas para o campeonato]  Agora é só um jogo, uma final, será diferente.» Sílvio

«Queremos dar uma alegria a quem torce por nós. Já provámos no passado que podemos ganhar, independentemente de qual seja a equipa. (...) Eu quero ganhar porque é o jogo da vida de muita gente, incluída a minha. Quero ganhar, seja ao F.C. Porto ou a qualquer outra equipa, mas até por ser contra o F.C Porto, para provar que sou profissional e procuro o sucesso, independentemente do adversário. (...) Quero trazer a taça para a sala de troféus do clube, por este presidente e por estes adeptos» Domingos Paciência

Todas estas declarações foram feitas à imprensa durante o dia de hoje. É óbvio que o SC Braga não vai para Dublin com a intenção de ser o bombo da festa, vai sim com a intenção de vencer. Que ninguém duvide nem por um segundo que eles vão deixar a pele em campo para lutar por esta taça.

Espero que os nossos jogadores, equipa técnica e também todos os adeptos, percebam que no dia 18 de Maio vai ser preciso dar tudo para vencer o jogo. O Braga é um osso muito duro de roer, basta lembrar o jogo no Dragão desta época para o provar. A equipa tem de entrar consciente disso mesmo e não cair no erro em que, só nesta temporada, já caíram Celtic de Glasgow, Sevilla, Lech, Liverpool, Dynamo Kyiv e Benfica.

Os jogadores do Braga e o seu treinador acreditam na vitória, e não é só da boca para fora. Por isso faço o mesmo apelo à nossa equipa que fiz no início da época: Joguem com a alma e a coragem do Dragão! Só assim venceremos.