19 de abril de 2012

Síndrome do irmão mais novo

O FC Porto tem sido acusado durante os últimos anos, talvez décadas, de se comportar como o irmão mais novo que invejava e desejava ser superior ao irmão mais velho, neste caso o Benfica.

A rivalidade foi ganhando força com o passar dos anos e parece ter atingido o seu ponto máximo na última época. Desde o dia em que o FC Porto passou a ser o clube português com mais títulos que a «Síndrome do irmão mais novo» passou para o outro lado.

É óbvio que o Benfica é um grande clube com uma grande história, por isso não devia precisar que alguém ande constantemente a tentar elevar o ego dos seus adeptos. Os jornais A Bola e o Record são o expoente máximo desta situação.

Toda a gente sabe que o FC Porto é o clube português que venceu mais competições oficiais, quem diz o contrário está a mentir deliberadamente. As provas são evidentes e a situação está a passar de ridícula a vergonhosa. Eu pensava que a função de uma entidade informativa era informar as pessoas de forma correcta e não da forma que mais lhe agradar.

Está na hora de alguém chamar estas pessoas à realidade. Alguém que lhes diga que o irmão mais novo cresceu muito enquanto o mais velho parou a olhar para o que havia feito no passado. Neste momento quem manda em casa é o mais novo, habituem-se a isso.