24 de maio de 2012

Carlos Lisboa, o palhaço

Quando ontem vi as notícias sobre os incidentes no Dragão Caixa, fiquei bastante surpreso pois estive a ver a transmissão do jogo e os minutos seguintes ao final da partida e o público estava sereno. Nada indicava que iria haver problemas, até porque o Benfica venceu o jogo justamente, muito por culpa de um melhor plantel que Carlos Lisboa tem à sua disposição se o compararmos com o de Moncho López.

Ora, foi precisamente o treinador do Benfica que provocou toda a situação que se seguiu.


Este senhor, juntamente com o que atira as camisolas para a bancada, foram a origem dos confrontos entre adeptos e a policia. Não bastando ainda conseguiram fazer-se de virgens ofendidas com a história que não os deixaram receber o troféu. Isto tudo com a conivência da comunicação social que apenas conta história pela metade.

Ainda bem que a SAD do FC Porto exigiu a transmissão do jogo no Porto Canal, caso contrário esta história nunca seria contada por completo.

Partilhem o vídeo pelo vosso Facebook, não fiquem calados.

23 de maio de 2012

A UEFA e os fundos de investimento


Recentemente surgiu por parte da UEFA a possibilidade, que ainda não foi posta de parte, de proibir os clubes de inscreverem jogadores cujos passes pertençam a fundos de investimento.

Apesar da ideia não ser má, não se percebe a atitude da UEFA. Parece que o facto da Liga Inglesa e a Liga dos Campeões terem sido vencidas por equipas que há dez anos atrás o máximo que sonhavam era vencer uma Taça da Liga de longe a longe não incomoda os dirigentes desta entidade. Ou seja, os clubes não podem vender parte dos direitos económicos dos seus activos para se financiarem, mas podem receber dinheiro vindo não se sabe bem de onde nem porquê.

Falando do meu clube, o FC Porto, não me agrada de maneira nenhuma, como já aqui disse, que recorra a fundos de investimento para gerar receitas antecipadas com a venda de percentagens de passes dos jogadores. Só que isto já é problema do FC Porto, de mais ninguém.

Penso que em vez de pensar na sua proibição, a UEFA deveria regulamentar e fiscalizar melhor estas situações. Não é o facto de uma equipa ter apenas 50% do passe de um jogador que vicia a classificação de um campeonato, mas sim a injecção de biliões de euros por parte de terceiros em equipas do meio da tabela, e quase sem história, e leva-las a vencer competições importantes, como é o caso actual de Manchester City e Chelsea. Isto não só vicia competições como também a história do futebol.

Afinal em que ficamos?



Ambas as opiniões acima, embora não o pareça, pertencem à mesma pessoa. Rui Santos conseguiu no espaço de poucos dias escrever uma coisa no jornal Record e desmenti-la no «Tempo Extra» da SIC Noticias.

Afinal, sem os erros de arbitragem, o FC Porto faria os mesmos pontos enquanto o Benfica teria menos três.

É vergonhoso que uma pessoa que tem a responsabilidade de dar a sua opinião o faça sem ter uma opinião em concreto. É este tipo de gente que influência a opinião de milhares de pessoas. Sem comentários.

21 de maio de 2012

«Os Melhores 12 dos Últimos 12 Anos» - Guarda-Redes

Começou hoje a votação para eleger o treinador e os onze jogadores que mais se destacaram ao serviço do FC Porto nos últimos doze anos. Durante esta semana, com a ajuda do seu voto, será escolhido o dono da baliza do onze ideal. Eis os nomeados:


Para votar registe-se em SomosPorto.org ou goste da página facebook.com/somosporto.org no Facebook.

Lembre-se que os votos no Facebook valem apenas 1 ponto enquanto que os votos em SomosPorto.org valem 3 pontos. Dê importância ao seu voto!