23 de novembro de 2013

Tantas vezes vai o cântaro à fonte...

...que algum dia lá deixa a asa.


Hoje Otamendi não foi protegido pela sorte que o costuma acompanhar e o disparate que cometeu ficou directamente ligado ao golo que fez o FC Porto perder dois pontos.

A equipa veio com uma ligeira alteração táctica e na forma de jogar, mas a atitude negligente após se encontrar em vantagem mantém-se inalterada. Paulo Fonseca demora uma eternidade a perceber o que está a acontecer e a mexer na equipa para corrigir o que está mal.

O FC Porto continua a defender de forma deficiente e a permitir que o adversário saia em contra-ataque em igualdade e, não raras vezes, superioridade numérica. Hoje, um Nacional da Madeira mais racional, mesmo com apenas 23% de posse de bola, teria vencido. Apesar disso, acabou por ganhar um ponto num lance de sorte, mas o aviso já havia sido dado por várias vezes ao longo do jogo.

A exibição, ofensivamente, foi positiva até ao 1-0 e é claro que foi o FC Porto quem mais fez por levar os três pontos. No entanto, Paulo Fonseca tem de pensar seriamente em fazer alterações no onze base. Otamendi e Varela têm estado numa forma péssima e há muito que a aposta neles deixou de ser um voto de confiança para ser um prémio à displicência. Maicon, Reyes, Ricardo e Licá têm valor e não podem continuar de fora quando os habituias titulares estão a jogar tão mal.

Neste momento o FC Porto é uma equipa perto do desespero - como mostra a subida do Helton à grande-área adversária quando o campeonato nem a meio vai - e com cada vez menos margem de erro. Com a concorrência a jogar mal, os Dragões só não se encontram com seis ou sete pontos de vantagem para o segundo classificado por culpa própria. É imperial que se assumam os erros e se pare de sacudir a água do capote. O discurso do "ainda vamos na frente" já esteve mais longe de ser mentira...

20 de novembro de 2013

Sorteio da Taça da Liga 2013/2014

Sporting, Marítimo e Penafiel. Foram estes os adversários que calharam em sorte ao FC Porto para a fase de grupos da Taça da Liga 2013/2014.


Todos nós sabemos que não é hábito do FC Porto apostar forte na Taça da Liga mas, no entanto, este ano, face ao sorteio, existe uma motivação extra: terminar prematuramente a época do Sporting. O clube presidido por Bruno de Carvalho tem vindo a colocar-se em bicos de pés - fora de campo, porque lá dentro não basta falar muito... -, por isso não haverá nada melhor do que ir a Alvalade comprometer-lhe a continuidade na Taça da Liga, que a par do campeonato - veremos até quando - são as únicas competições que os Leões podem vencer após não se terem apurado para as competições europeias e terem sido já eliminados da Taça de Portugal.

Com os jogos espaçados por sensivelmente uma semana entre eles (Olhanense no Dragão para o campeonato, Sporting em Alvalade para a Taça da Liga, eliminatória da Taça de Portugal a sortear na próxima sexta-feira e Benfica na Luz para o campeonato), não existe a necessidade de poupar jogadores durante este ciclo. Muito provavelmente até se aconselha o contrário para que os habituais titulares não percam o ritmo de jogo.

Existe ainda a aliciante de poder receber o Benfica nas meias-finais desta mesma Taça da Liga, uma vez que ficou estabelecido que o vencedor do Grupo B, onde se encontra o FC Porto, receberá o vencedor do Grupo D, onde estão inserido Benfica, Nacional, Gil Vicente e Leixões.

Num grupo de quatro equipas onde se disputa apenas um jogo entre cada uma delas e só o primeiro classificado se apura para a fase seguinte, qualquer mau resultado pode ditar o afastamento da competição. Assim sendo, FC Porto e Sporting terminam o ano de 2013 com a possibilidade de praticamente impedirem um rival de conquistar um troféu. Espero que Paulo Fonseca não conceda facilidades à equipa verde e branca.

Jogos do FC Porto (datas e horários ainda provisórios):

Sporting - FC Porto, 29 de Dezembro de 2013 às 16:00
FC Porto - Penafiel, 15 de Janeiro de 2014 às 16:00
FC Porto - Marítimo, 25 de Janeiro de 2014 às 16:00

19 de novembro de 2013

Assinem a Petição

Enquanto a Selecção de Portugal se prepara para defrontar a congénere sueca por uma vaga no Mundial do Brasil, enquanto Jorge Jesus é julgado por agredir um policia, enquanto os sportinguistas aplaudem mais um monólogo enraivecido do (ao que parece) maior presidente da história daquele clube, enquanto os anti-portistas primários se masturbam enquanto lêem e especulam sobre as notícias do internamento de Pinto da Costa, outros há que meteram mãos à obra. Noutro sentido, claro.

Corre uma petição online a exigir a - e passo a citar - "Devolução do Centro de Estágio do Olival(CTFD O/C), Equipamento Público aos contribuintes portugueses". Como uma mentira repetida muitas vezes não passa a ser verdade - a não ser talvez na cabeça de quem assim o pretende -, não será por alguns iluminados alegarem que o FC Porto paga "500 euros por mês, sendo todos os custos por conta do erário público por iniciativa de Luis Filipe Menezes" que isto se torna realidade.

Apelo a todos os portistas que assinem e divulguem esta petição. Vamos ajudar esta iniciativa a ganhar força para que, de uma vez por todas, alguém se dê ao trabalho de mostrar a esta gente que não é por um idiota qualquer levantar um rumor contra o FC Porto que este deixará de ganhar.

Enquanto a Selecção de Portugal se prepara para defrontar a congénere sueca por uma vaga no Mundial do Brasil, enquanto Jorge Jesus é julgado por agredir um policia, enquanto os sportinguistas aplaudem mais um monólogo enraivecido do (ao que parece) maior presidente da história daquele clube, enquanto os anti-portistas primários se masturbam ao lerem e especularem sobre as notícias do internamento de Pinto da Costa, o FC Porto continua em silêncio a preparar-se da melhor maneira possível para os jogos que estão à porta. É que, como diz o povo, quem muito fala pouco acerta e, todos nós sabemos, conversa não enche barriga.